Como remover manchas de vinho

O vinho é uma bebida bastante apreciada, mas que também lhe pode trazer alguns dissabores. Numa ocasião mais formal ou até no conforto de sua própria casa, se houver vinho vai sempre acabar na roupa de alguém ou na toalha de mesa.

Remover manchas de vinho pode ser complicado, mas não impossível. O segredo para a sua remoção eficaz está em aplicar as técnicas corretas de limpeza.

Saiba como pode remover manchas de vinho com as dicas que lhe vamos apresentar, já de seguida.

 

manchas-vinho

 

Dicas para remover manchas

  • Se foi produzida por vinho tinto e em tecido de cor, lava-se com vinho branco, que actua como dissolvente da matéria corante daquele. Mergulha-se e deixa-se macerar o tecido, num pouco e vinho branco, durante uns 10 minutos. É de absoluta eficácia se se proceder logo que a nódoa se produz. Se a nódoa é recente, desaparece logo após o tratamento; se é antiga, deve deixar-se macerar por mais ou menos tempo, segundo a sua antiguidade. Em qualquer dos casos a nódoa desapa­recerá sem deixar vestígios e sem alterar a cor dos tecidos.
  • Se foi produzida por vinho tinto e em tecido de cor, lava-se com vinho branco, que actua como dissolvente da matéria corante daquele. Mergulha-se e deixa-se macerar o tecido, num pouco e vinho branco, durante uns 10 minutos. É de absoluta eficácia se se proceder logo que a nódoa se produz. Se a nódoa é recente, desaparece logo após o tratamento; se é antiga, deve deixar-se macerar por mais ou menos tempo, segundo a sua antiguidade. Em qualquer dos casos a nódoa desapa­recerá sem deixar vestígios e sem alterar a cor dos tecidos.
  • Quando recentes, eliminam-se mergulhando a parte do tecido manchada em água, na qual se dis­solve um pouco de cloreto do comércio, secando-a depois.
  • Às antigas, humedecem-se com um soluto de permanganato de potássio em água, à razão de um grama para 4 litros e fazendo cair sobre elas, lentamente, água acidulada com sumo de limão e esfregando-as. Por fim lavam-se muito bem com água simples.
  • Molhar a nódoa com água de Javel e esfregá-la bem. Deve proceder-se com rapidez pata a água de Javel não prejudicar o tecido.
  • Logo que a nódoa se produz, mergulhar a parte manchada em leite fervente. Esta receita só é aplicável se as nódoas não tive­rem sido molhadas, antes com água.
  • Se o tecido for de seda branca, molha-se ligei­ramente com água simples e expõem-se as partes ennodadas aos vapores de enxofre queimado.
  • Desaparecida a mancha de vinho, lavasse o tecido, muito bem com água limpa.


Deixe um Comentário