Limpeza com gelo seco – Jateamento com gelo seco

Gelo seco” é a designação a que muitos dão do conhecido dióxido de carbono – CO2 – em estado sólido.
Normalmente, vê-se o gelo seco em forma de pequenos nuggets e têm uma temperatura de cerca de – 80ºC. Quando entram em contacto com a superfície afetada, provoca a contração da sujidade pelo frio, saindo assim da superfície e eliminada pelo ar.

Mas perguntamo-nos como é que, então o gelo seco funciona, como é que limpa. Assim, o CO2 sólido é acelerado num aparelho próprio de limpeza de gelo seco, com ar comprimido, a uma velocidade de cerca 300m/s. A limpeza produz-se através de dois efeitos: choque térmico (a sujidade a eliminar contrai-se e desprende-se do local onde se encontra) e energia cinética (elimina a própria sujidade).
Deste modo, como o choque provocado, os nuggets de gelo seco passam praticamente de modo imediato para o estado gasoso sem deixar qualquer resíduo, sendo que a única coisa que resta é a camada de sujidade solta da superfície onde se encontra. Devido às características do gelo seco, este não produz qualquer tipo de abrasão, pelo que a superfície onde foi aplicado não ficará danificada sob forma alguma.

O aplicar jatos com gelo seco é uma forma bastante eficiente e de baixo custo para que as indústrias tenham possibilidade de maximizar a sua capacidade de produção e qualidade.

Mas pergunta-se o que será o jateamento com gelo seco?

O gelo seco, quando “explode” pode ser comparado a um jato de areia em que um fluxo de ar pressurizado, com vista a uma dada superfície e área alvo seja limpa ou preparada. O benefício do gelo seco não deixa qualquer rasto de vestígios químicos.
Este processo envolve um impulsionamento a altas velocidades. Os nuggets de gelo com o jateamento tornam-se bastante suaves e bastante menos densos que outros meios utilizados, por exemplo, com o jateamento com areia. Assim, com o impacto, o nugget quase de imediato derrete, transferindo a uma energia cinética mínima para a área afetada bem como provoca uma abrasão praticamente nula.

Limpeza com gelo seco
Através do derretimento, é absorvida uma grande quantidade de calor vindo da superfície. Obviamente que este processo é eficaz consoante o tipo de mancha a retirar.

A muito rápida mudança de estado sólido para gás provoca, por si própria, microscópicas ondas de choque térmicas, o que vai auxiliar na remoção do resíduo que contaminava a superfície alvo.

Os benefícios do jateamento a gelo seco são variados. Além de ser um método não-abrasivo, também não é inflamável. É um procedimento amigo do ambiente e não contém quaisquer químicos nem solventes.

Por não ser utilizado mais nenhum produto é um método limpo aprovado pela indústria alimentar, permitindo que a maioria dos items e maquinaria no local não tenham de ser desmontados. Por não ser inflamável, não apresenta qualquer risco de incêndio. Além de poder ser aplicado na remoção de resíduos de tintas e óleos.
Com o jateamento a gelo seco, este pode tornar-se de uma suavidade extrema como um pó. Além de tudo, é perfeitamente aplicável à maioria das necessidades de limpeza.



One Response

  1. Mário Leite de Oliveira Reply

Deixe um Comentário