Limpeza de arquivos

Para quem estuda, arquivos e bibliotecas são locais visitados frequentemente para consulta de diversos materiais que não podemos ter em nossa posse.

 Mas estes são locais bastante sensíveis pelo seu conteúdo e, por essa razão, devem ser locais asseados e limpos frequentemente.

Limpeza de arquivos

Hoje vamos explicar-lhe um pouco do procedimento efetuado na manutenção e limpeza destes espaços, começando pelo ambiente que deverão ter, pois manter estes ambientes controlados e com condições ideais é o primeiro procedimento para obter uma boa conservação do seu espólio.

Mas passando à fase inicial. Tanto os documentos do arquivo como o local de armazenamento e o próprio edifício devem ser inspecionados periodicamente para garantir a não existência de contaminação química, insetos xilófagos ou micro-organismos, verificando-se também o calor e humidade existentes.

Nestes arquivos deve ser garantida uma temperatura ambiente entre os 18 e os 20 graus centígrados e uma humidade relativa entre os 55% e os 60%.

Limpeza de arquivos

Cuidados a ter com arquivos

  • Local de armazenamento deve ser limpo com produtos de fácil evaporação (ex.: álcool etílico com 70% de volume);
  • Infiltrações, água e humidades são situações de risco para o espólio, bem como o ar proveniente de portas ou janelas abertas que farão a temperatura e humidade variar;
  • Manter o espólio e o local limpo e sem poeiras;
  • Não alterar frequentemente a disposição do espólio, pois isto evita a localização da origem de pragas e contaminações e facilita a sua propagação;

Quando falamos que estes locais devem ser limpos frequentemente, o seu processo de limpeza (do espólio, essencialmente) não é um processo normal. É habitual nestes locais optarem por higienização mecânica, um processo de limpeza a seco pouco agressivo para o espólio.

Processos de Limpeza de arquivos

  • Pincéis com pontas macias e flexíveis e sem partes metálicas (caso existam, devem ser cobertas);
  • Espátulas metálicas utilizadas para remover clips, agrafos e outros objetos metálicos que possam existir. Deve remover cuidadosamente para não rasgar;
  • Espátulas de bambu, para retirar dobras e folhas coladas;
  • Aspirador de pó, para estantes e partes externas dos documentos;

Esta higienização mecânica deve ser feita usando luvas brancas de algodão ou luvas cirúrgicas devido à oleosidade natural presente no corpo humano que é absorvida pelo papel causando estragos irreparáveis.

Higienização de Arquivos

Quando estiver a proceder à higienização deve colocar o documento numa superfície limpa e, com o pincel, remover a sujidade e poeira a partir do centro para fora mantendo o documento bem seguro.

Se possível, a superfície de trabalho deve ser equipada com sistema de exaustão e bem limpa com um pano húmido e álcool etílico de 70%.

Aquando da higienização deve estar atento a qualquer pó (não poeira) que surja e contactar um profissional.

Esta técnica, mesmo com bons resultados, não pode ser aplicada a trabalhos de arte, pergaminhos e documentos de grandes formatos ou fragmentados.

Uma vez limpos os documentos devem ser guardados de forma acondicionada em materiais que os conservem, sendo recomendado papel com pH neutro ou alcalino e embalagens adequadas ao formato do documento.

 



Deixe um Comentário