Limpeza de capacete

Os amantes de motas, seja para passeios ou competições, estão constantemente atentos a um dos principais acessórios, o capacete.

No entanto, este importante acessório necessita de alguns cuidados, sendo a limpeza um dos principais.

Para manter e limpar um capacete, deverá proceder a uma limpeza externa e a outra interna. Não importa qual faz primeiro, desde que faça uma limpeza de capacete cuidada.

Limpeza exterior

Para limpar o exterior do seu capacete, nunca deverá utilizar embalagens de aerossol, pois estes produtos em spray contêm substâncias que irão danificar os pontos de ventilação e a própria viseira.

Assim, a melhor maneira de se livrar de sujidade e fuligem do seu capacete é limpá-lo apenas com água morna e sabão (detergente) neutro. Os mais entendidos apontam também o cuidado a ter com insetos, isto porque se não forem removidos com a maior brevidade possível, irão ficar ressequidos na superfície, deixando-a manchada. Para os remover, utilize uma toalha de papel, por exemplo o papel de cozinha, com água e depois seque com um pano limpo para terminar.

 

limpeza-de-capacete

 

Pode sempre utilizar na limpeza exterior do seu capacete um típico limpa-vidros. Pode, também, usar uma escova de dentes com água morna e sabão / detergente neutro, lubrificando a viseira com óleo de silicone, pelo menos uma vez por ano.

Caso necessite e queira também limpar os orifícios de ventilação, faça-o com um pouco de algodão ou cotonete e álcool. Nunca use acetona pois irá danificar a camada / polimento do capacete. Isto porque se tiver autocolantes, eles também ficarão desbotados. Além disto, a acetona poderá queimar as áreas de plástico e napa do capacete.

A questão principal é ter em conta o nível de agressividade do produto de limpeza que pretende utilizar. Uma opção que tem sempre à disposição, caso ainda não se tenha lembrado, é a de utilizar na parte externa do capacete os produtos que normalmente usa para a limpeza do automóvel.

Limpeza interna

No que respeita à limpeza interna, hoje em dia, a grande maioria dos capacetes são concebidos com forros amovíveis. Nestes casos, retire o forro e lave-o em água morna, mas não o coloque na máquina de lavar. Deverá fazer com que o excesso de água escorra, deixando-o a secar à sombra.

Lave o “casco” do capacete com um champô para crianças, isto porque estes champôs não possuem sais nem substâncias químicas que poderão danificar o material interior.

Lembre-se que o capacete deverá ficar a secar ao ar livre e que nunca deverá usar um secador, pois o ar quente pode provocar o derreter da camada protetora.

A parte de dentro da viseira deverá ser limpa tal como a parte exterior, por exemplo com limpa-vidros. Por outro lado, poderá utilizar um pano húmido e outro seco, que já se vendem em pequenos kits e que são indicados para este fim.

Nunca use  panos que não sejam macios para que não risque a viseira. A grande maioria das pessoas limpa a viseira apenas com água e sabonete líquido de lavar as mãos. Ou mesmo há quem não recuse usar uma típica “cuspidela”. Sabe porque é que funciona tão bem? Porque as enzimas presentes na nossa saliva ajudam na dissolução dos restos de moscas agarrados à viseira.

Há quem diga que o Ajax nunca deve ser utilizado pois contém amoníaco, o que irá danificar as viseiras. Quando estiver a limpá-las com o sabonete líquido, deixe  repousar por alguns momentos antes de passar com pano limpo.

Estas são apenas algumas dicas eficazes para a limpeza de capacete. Coloque-as em prática!



One Response

  1. camila Reply

Deixe um Comentário