Limpeza de aeronaves

Quando se executa uma limpeza externa nas aeronaves deve-se sempre seguir os procedimentos que estão descritos nos manuais de manutenção de cada aeronave que está em questão.

Limpeza de aeronaves

Limpeza a uma aeronave não é uma limpeza normal, existem vários problemas associados com lavagens se cometermos procedimentos impróprios, especialmente quando são efetuadas lavagens sobre alta pressão de água e agentes de limpeza, as lavagens nas quais se utilizada alta pressão não são recomendadas para a limpeza das partes externas das aeronaves.

Este tipo de limpeza remove a graxa dos rolamentos de rodas, pode danificar a pintura das áreas expostas ao jato de água, remove os agentes lubrificantes dos pinos e das buchas das articulações das tesouras dos trens de pouso, provocam infiltração de água pelos furos de drenagem da fuselagem, para além de prejudicarem as articulações dos pinos das dobradiças das comportas dos trens de pouso.

Limpeza de aeronaves

Usar Spray na Limpeza de aeronaves

Um spray acentuado, pode facilitar a penetração de humidade criando condições para a formação de corrosão nos componentes eletrónicos e danos aos componentes elétricos que estiverem instalados naquela seção da aeronave. Antes de dar início à execução da limpeza numa aeronave devemos sempre tomar os seguintes cuidados:

  1. Consultar sempre o manual de manutenção da aeronave em questão, ao fazermos isto obtemos conhecimento dos procedimentos da limpeza.
  2. No manual devemos verificar no respetivo capítulo, as localizações dos pontos de lubrificação das partes externas, como articulações do trem de pouso, articulações das portas de acesso, fechaduras, rodas, freios, áreas dos rolamentos das fixações dos controles de voo, trilhos dos flapes, trilhos dos slats, etc. Após obtermos o conhecimento, deve ser evitada a pulverização dos agentes de limpeza nos pontos referidos no manual.
  3. Devemos sempre assegurar que todas as tomadas estáticas e tubos de pitot estão com as capas protetoras, isto serve para evitar a infiltração de água. Devemos ter sempre muito cuidado se forem utilizadas tapes para proteger estas partes. Devemos sempre utilizar fitas vermelhas ou laranjas e de tamanho de fácil visualização para evitar o esquecimento das mesmas após a limpeza.
  4. Assegure sempre que a porta de acesso, a janela de emergência e as janelas de mau tempo estão corretamente fechadas.
  5. Deve sempre utilizar somente os produtos de limpeza que são recomendados pelo manual de manutenção, tomando o cuidado de usar o agente certo para cada região indicada. Na maioria dos manuais de manutenção das aeronaves é indicado o uso do sabão neutro misturado com água numa esponja de celulose. Não use detergentes pesados porque estes podem provocar a perda de brilho da pintura, seguido de envelhecimento precoce da superfície.

É extremamente importante conhecer os cuidados que devem ser tomados durante a limpeza dos para-brisas e das janelas, estas partes estão ‘’abertas’’ a riscos e danos provocados por ataques químicos que são causados por limpezas inadequadas. Nunca utilize vassouras e panos que tenham sido usados na limpeza de outras áreas da aeronave para limpar os para-brisas e janelas, pois estes provavelmente contêm impurezas como as poeiras e outras partículas que podem arranhar estes componentes. O ideal para a limpeza dos para-brisas e janelas é uso de água corrente, remova sempre anéis e alianças antes de começar o trabalho.



Deixe um Comentário